Diferenças de tratamento nos media, até na Eleven - o Polvo Azul

 


Na pesquisa para elaboração deste post, encontrei a seguinte queixa:


https://portaldaqueixa.com/brands/eleven-sports/complaints/eleven-comentadores-afetos-a-certos-clubes-81867222


Saúdo o autor, pois são este tipo de acções, que nos confirmam que não estamos malucos.

A tal coisa do gaslighting, onde alguém começa a duvidar da sua própria sanidade mental, por ver mas não receber feedback igual daquilo que observa.


A directora de informação do Porto Canal, afirma que foi pressionada a 'orientar' as notícias que dava.

Perante esta pressão do polvo azul, ficamos duplamente convencidos de que o frutabol clube do Porto é um clube que padece de práticas pouco congruentes com a isenção informativa.


Um dos comentadores do jogo entre o fecepê e um dos últimos classificados da liga alemã, é oriundo do Porto Canal.

De nome Óscar Góis.



(direitos reservados da Eleven)


Comparemos as narrações, seca e inerte no caso do SLB-PSG, e a arrebatada narração, poética até, do jogo do Calor da Noite.

(direitos reservados da Eleven)


Se o comentador televisivo pode ser adepto de um clube? 

Pode.

Mas na Eleven, não se pode falar mal do fecepê, em jogos de padel, apenas lamber as botas em jogos de futebol.

Não deixa de ser curiosa a relação entre uma narração apaixonada de um jogo, e a proveniência profissional de um dos narradores.

https://portocanal.sapo.pt/sites/wwwnas4linhaswrc/


Há claramente uma 'cartilha' mediática no que concerne à informação disponibilizada nos media nacionais, que por isso exprimem não merecer qualquer credibilidade.

Eu reformulo, os media portugueses estão condicionados pelo Futebol Clube do Porto.

Todos.

Caros Benfiquistas, o ambiente desportivo em Portugal, é hostil ao SLB. 

Os programas televisivos estão pejados de papagaios, unidos em denegrir a imagem do SLB.

Basta ouvir a forma concertada como Nuno Encarnação e Fernando Mendes desconversam do facto de uma directora do Porto Canal afirmar que foi pressionada. Desviaram para canto, para os casos dos emails e dos padres. Mauro sem conseguir calar esta gente, do cashball e do Cardinal.


Os media são inimigos, e corruptos.Ou melhor, não corruptos, mas não visam facultar informação sem viés ou fidedigna. São portanto, agentes de propaganda.


Que declararam guerra à maior instituição desportiva portuguesa.

Nojo, mas nunca enganam.

Comentários

Mensagens populares